Sistemas de alarme e segurança contra intrusos

A segurança é cada vez mais um factor de relevo para a nossa qualidade de vida e cada vez mais difícil de garantir.Actualmente existem inúmeros sistemas de alarme e dispositivos de segurança no mercado mas nem todos garantem a sua protecção.
É necessário abordar as necessidades de protecção de cada espaço e estudar a melhor forma de garantir umaProtecção efectiva de pessoas e bens !
O primeiro factor que deve ser tido em consideração quando se pensa em proteger um espaço é aSegurança física, que corresponde à constituição de barreiras físicas de forma a evitar, ou retardar, intrusões dentro do espaço a proteger e garantir uma resposta mais eficaz perante as mesmas.

Qualquer que seja o imóvel, deve ser projectado de forma a por si só constituir uma barreira entre as pessoas e bens no seu interior os elementos externos.

Neste campo, devem ser adoptadas medidas de segurança reforçadas para portas e vãos nos pisos térreos ou zonas de fácil acesso.
Existem actualmente soluções que podem ser utilizadas aquando da construção ou posteriormente, de forma a reforçar os vidros, caixilharias e portas existentes tornando o imóvel mais seguro.

Outro factor a ter em consideração é a adopção de medidas de

Segurança Electrónica que visam prevenir e alertar para acessos não autorizados.

Este tipo de segurança pode ser concretizado através da instalação de dispositivos que detectam intrusos e emitem um aviso sonoro dissuasor, avisando o proprietário por telefone da ameaça detectada durante a sua ausência.
Estes sistemas podem ser ligados a centrais de operadoras de segurança e vigilância humana que, mediante o serviço contratado, poderão se deslocar ao local ou alertar as autoridades.

No âmbito da segurança electrónica destacamos a importância dos dispositivos de video-vigilância por meio de câmaras de segurança.

Este tipo de sistema, regista e transmite em tempo real as imagens captadas por câmaras, possibilitando a identificação de intrusos sobretudo quando existem pessoas no interior do edifico, evitando assim a sua exposição ao perigo.

Em resumo, uma casa realmente segura deverá garantir que é criada uma barreira física entre o interior e o exterior da habitação, que é detectada a presença de intrusos no interior e nos espaços envolventes e que os seus utilizadores poderão verificar e confirmar qualquer alarme desde o seu interior de forma a poder proteger-se e alertar as autoridades, sem que seja necessário a sua exposição ao perigo.

A Fsys tem ao seu dispor um consultor de segurança, credenciado e registado na Direcção Nacional da PSP, que o poderá ajudar a proteger-se.

Contacte-nos

 

Deixe uma resposta